Tenchu Stealth Assassins Ninjas e demônios tem como errar? Quase(Analise)


Olá todo mundo, como vão vocês?
Trago até vocês mais uma análise de um joguinho antigo, vou falar sobre “Tenchu: Stealth Assassins”, o primeiro jogo da série Tenchu, considerado por muitos um dos jogos mais difíceis do PS1!
A história do jogo se passa no século 16 no Japão Feudal, por curiosidade, no século 16 Japão passava pelo Período Edo um dos períodos mais usados para se passar jogos e animes, o Período Edo começou em 1603 quando Xogunato Tokugawa (Ou Xogunato Edo) assumiu o governo após ser colocado pelo primeiro Xogun Tokugawa Ieyasu, esse período é muito conhecido por marcar o começo do período moderno do Japão, agora tirando a mini aulinha qual a história do jogo?
A História do jogo gira em torno dos Ninjas Rikimaru e Ayame, ambos são membros do Clan Azuma, ambos personagens são jogáveis, então podemos escolher qualquer um para zerar o jogo levando a um final diferente; em relação a jogabilidade quase não há diferença entre os dois, então pode escolher o que mais gostar. Os dois ninjas servem a Gohda e trabalham para ele como espiões para acabar com a corrupção e recolher informações, mas, um feiticeiro chamado Mei-Oh quer matar Gohda usando guerreiros demônio, o jogo gira em torno disso fazer missões de assassinato, recolher informações para Gohda e até mesmo confrontar demônios mandados por Mei-Oh.
A história é simples, mas é bem interessante com uma boa premissa, o jogo é em terceira pessoa com elementos de plataforma, ação e stealth, ai que entra a dificuldade do jogo, primeiro que a movimentação era precária mesmo para época hoje em dia é terrível, junto com uma câmera super atrapalhada e lenta, que atrapalha mais seu gameplay, o jogo tem foco em agir em stealth agindo devagar matando inimigos sem ser vistos você até consegue o jogo tem até animações de finalização muito legais para época, só que o jogo tem movimentação conhecida como tanque, como assim tanque? Vou explicar para quem não viveu essa época no PS1.
Movimentação tanque é uma na qual você só anda para frente e para trás, esquerda e direita você movimenta seu personagem e a câmera, então se quiser ir para frente e virar a direita você avança depois vira o personagem ai avança para direita, mas em Tenchu é tudo bem mais lento e não responde muito bem, mesmo se acostumando vocês vão ter um pouco de dor de cabeça, quando você não pega o inimigo em Stealth, vemos o que seria muito princípio que hoje temos em Dark Souls, temos ataque, defesa, rolamento (Mesmo que horrível) então temos aquela esperar o inimigo atacar defender depois nós atacar, o ruim e que o botão para defender é pressionar para trás como se fosse um jogo de luta, mas em um jogo 3D apertar para trás e para pedir para se estressar, você pode pular contra uma parede e pegar impulso para atacar os inimigos, atacar de baixo para cima e até mesmo usar itens ninja como shuriken, itens de cura e uma corda, o jogo tem uma espécie de bússola para te guiar, mas, não dá para ter uma precisão muito boa do objetivo, por que ela te fala apenas aonde é mais ou menos este objetivo.
Toda missão começa com você sabendo o que é pra ser feito, e é largado para ir até ele matar alguém ou pegar algum documento, mas como é confuso chegar no objetivo primeira vez é capaz que vocês vão matar tudo que se mexe no jogo, eu fiz isso.
A trilha sonora do jogo é legal mas os sons dos combates, o barulho dos inimigos sofrendo dano, parece que chamaram alguém da rua e pagaram uma coxinha é um dollynho para ele, a música não fazia valer apena, acabei zerado boa parte dele no mudo (ainda mais quando jogava na rua).
O jogo por essas falhas mesmo para época o faz muito difícil mas, muita gente adorou a temática e a história como eu.
Espero sinceramente que tenha um remake no futuro, comparei ele com Dark Souls por ver eles com jogabilidade similar, hoje em dia seria interessante, ainda mais que Tenchu é da From Software responsáveis por jogos fantásticos hoje em dia e na VGA teve um teaser do próximo jogo da From Software, muitos como eu acham que é um teaser de Bloodborne 2 mas muitos falaram que pode ser um novo Tenchu, por isso mesmo fui jogar e agora que terminei fico a pensar que o Teaser de Shadows Die Twice pode ser um Remake da Franquia.
O jogo é bom apesar dos seus problemas, mas não é para todos ainda mais pela sua alta dificuldade.

Pontos Fortes:
Ambientação
Temática

Pontos Fracos:
Sons de jogo
Jogabilidade
Mapa confuso

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by WordPress | Designed by: Fabio Roberto