MDK Uma viagem por um mundo de pesadelos (Analise)


Olá Todos como vai vocês?  Vamos falar de jogo antigo? Hoje vou falar para vocês de MDK um jogo um pouco peculiar bem conhecido para PC, mas, eu conheço mais a sua versão do PS1.

Nesse jogo jogamos com Kurt Hectic em sua missão de invadir uma base espacial e matar seu piloto, mas mesmo assim a historia acaba ficando muito segundo plano, o foco mesmo é o tiroteio maluco contra vários alienígenas. O clima do jogo junto com cenário e trilha sonora da a impressão de que você entrou em um pesadelo, todo momento atento ao cenário, monstros e não se sente confortável, não pela falta de qualidade gráfica e sim pela direção de arte que fez o jogo ter essa aparência mais macabra.

Você nota que é macabro quando no jogo em terceira pessoa seu protagonista usa um capacete em formato de triângulo enorme, e, desse capacete dispara tiros precisos de sniper. Por sinal MDK foi um dos primeiros jogos a colocar esse sistema de mira de Sniper, coisa muito comum hoje em dia.

Mas como o jogo funciona? Toda missão tem sua rotina, você começa pulando de paraquedas para invadir alguma base inimiga ou uma nave, após entrar você tem que atirar em tudo que se mexe para progredir no jogo, em alguns momentos você vai empacar por causa de algum puzzle, e tem puzzles que aparentemente você precisa de um tiro específico de uma arma para passar e se chegou no puzzle e não tem você tem que procurar essa munição.

Muitos reclamam da movimentação e da jogabilidade, mas, na minha opinião, ela esta muito boa, apesar de ser um jogo que só tem 1 analógico é usado botões de ombro do controle para melhorar sua movimentação para desviar dos tiros andando ou planando usando um paraquedas.

Quem jogou jogos como Doom e Serious Sam vai gostar do clima dinâmico de MDK, no jogo você fica a todo momento andando, atirando e desviando de tiros. Você geralmente tem 100% de vida com itens que pode aumentar para 150, uma metralhadora padrão e uma sniper padrão com munição infinita (Mas no final da missão a porcentagem de tiros que acertou melhora seu rank) e tem tiros especiais, desde os mais simples, como disparar uma granada até jogar um mini furacão. O jogo tem uma duração mediana, eu joguei no meu GPD XD terminei o jogo em umas 5 a 6 horas mas, quando sabe os puzzles e pega o ritmo do jogo pode cair para menos da metade esse tempo.

Não é um dos melhores jogos do PS1, pois o PS1 tem uma biblioteca gigantesca, mas, o jogo é muito bom ele tem sua sequência (que eu tenho para Dreamcast logo estarei jogando) mas a franquia está infelizmente parada pois adoraria ver um novo jogo mesmo sendo um jogo indie, mas eu recomendo muito me divertir muito.

 



Pontos Fortes
*Divertido
*Mundo Maluco
*Dinâmico 

Pontos Fracos
*Historia poderia ser melhor contada
*Precisão da Sniper

** Não é ponto fraco, já que vamos analisar um jogo do passado vamos usar a cabeça do passado, mas você ter a ausência de um segundo analógico para movimentar a mira hoje pode complicar mas é questão de costume não posso exigir algo que não era muito usado na época

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by WordPress | Designed by: Fabio Roberto