Exclusividade de Alan Wake pode ser um negócio de risco


A Remedy, desenvolvedora de Alan Wake, disse ter conhecimento de que seu acordo de exclusividade com a Microsoft se trata de um “negócio arriscado”. Só que é um risco que reduz os problemas tecnológicos no desenvolvimento do game.

O thriller psicológico foi, a princípio, desenvolvido para três plataformas (Xbox 360, PlayStation 3 e PC), mas a Microsoft arrematou a exclusividade da franquia com uma proposta irrecusável.
Porém, a decisão causou uma preocupação quanto à redução do potencial de mercado do jogo. Em entrevista ao site CVG, o CTO Markus Maki (Chief Technical Officer, chefe da área de infraestrutura e tecnologia em uma tradução livre) diz que a estratégia da Remedy é de ser top em algumas áreas. Mas eles já tinham em mente que não seria possível fazer tudo melhor do que todas as outras desenvolvedoras.

Maki explica que a Remedy criou a engine de Alan Wake com apenas oito programadores — tirando a tentação de cancelar o trabalho deles e usar a épica tecnologia da Epic Games.
Entretanto, Maki reafirma o contentamento da empresa com a engine, com os efeitos luminosos e com o ambiente do mundo aberto que ela pode produzir. Ainda, o estúdio aprendeu várias lições de valor na criação desse motor gráfico.

Fonte:baixaki Jogos

You can leave a response, or trackback from your own site.
Powered by WordPress | Designed by: Fabio Roberto
Eric Tries It